Home » Câncer do aparelho digestivo: quais os sintomas e tratamento?

Profº Luiz Carneiro D'Albuquerque - CRM: 22.761

Cv Lattes   GoogleMyCitations  ResearcherID  ORCID

Última atualização em 27/07/2020 por Prof Luiz Carneiro

Câncer do aparelho digestivo: quais os sintomas e tratamento?

O tubo digestivo é o conjunto de órgãos envolvidos na digestão dos alimentos, desde a boca até o ânus, que incluem a faringe, o esôfago, o estômago, o fígado, a vesícula, o pâncreas, os intestinos e o baço. O crescimento anormal das células presentes nestes órgãos é justamente o que pode gerar um tumor, conhecido como câncer. Os casos de câncer do aparelho digestivo representam a maior parte das neoplasias nos seres humanos, e o câncer de estômago é um dos tipos principais, acometendo grande parte dos indivíduos.

Continue conosco e acompanhe mais informações sobre a doença, que recentemente atingiu o prefeito da cidade de São Paulo, além dos sintomas e as formas de tratamento.

Principais sintomas do câncer de estômago

Conforme dito anteriormente, um dos principais tipos de câncer do aparelho digestivo é o câncer de estômago. Em alguns casos, o problema se desenvolve sem manifestar nenhum tipo de sintoma, e por conta disso, ele acaba sendo diagnosticado quando já está numa fase avançada, e as chances de cura já não são tão altas. Porém, existem casos e sintomas de alerta e também história de tumor na família.

Por isso, é importante ficar atento a todo e qualquer sinal que possa ser um alerta da doença, para que o médico seja consultado. Entre os sinais que poderão surgir, estão:

  • Azia;
  • Náuseas e vômito;
  • Dor de barriga;
  • Sensação de estômago cheio;
  • Emagrecimento sem causa aparente;
  • Fraqueza;
  • Cansaço;
  • Anemia.

Por conta da gravidade desse tipo de câncer do aparelho digestivo, é possível destacar alguns fatores de risco, como tabagismo, alcoolismo e a má alimentação. Esses fatores deverão ser amenizados e buscar melhores hábitos.

 

Tratamento do câncer de estômago

O tratamento do câncer de estômago é realizado, praticamente, da mesma forma que os outros tipos de câncer. Estamos falando de radioterapia, quimioterapia e, em alguns casos, é necessária a cirurgia para a remoção de uma parte ou de todo o órgão, dependendo do estágio em que a doença se encontra no paciente, a gravidade e o tamanho do tumor.

Existem alguns tipos de cirurgia que poderão ser realizados, entre eles:

Ressecção endoscópica da mucosa: Realizada ainda em estágio inicial, com o tumor retirado com o auxilio de endoscópio, inserido da garganta até o estômago.

Gastrectomia total: Cirurgia feita quando o câncer já se espalhou por todo o estômago. É removido todo o estômago por meio deste procedimento.

Gastrectomia subtotal: Frequentemente, essa cirurgia é indicada quando o câncer está localizado na porção inferior do estômago, e em algumas situações, ela é feita quando a doença atingiu apenas a parte superior do órgão. O procedimento remove apenas uma parte do estômago.

O câncer de estômago tem cura, mas, as chances de isso acontecer são maiores apenas quando o paciente é diagnosticado ainda no início da doença, recebendo, logo após, o tratamento adequado.

Clique no sino do canto inferior direito para receber notificações!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + 14 =

Base-Side-Bar-Figado
Entre em Contato | Prof. Dr. Luiz Caneiro
× Agendar Consulta.