Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761

TGO e TGP alterado: Quais as causas?

TGO e TGP, conhecidas também como transaminases, são enzimas dosadas com o objetivo de verificar a “saúde” do fígado. Em geral, quando estão elevadas, podem indicar problemas hepáticos.

tgo-e-tgp-alterado-quais-as-causas-dr-luiz-carneiro-dcd
TGO e TGP alterado: Quais as causas? 2

No post de hoje, falaremos um pouco mais sobre este assunto, e você vai descobrir o que pode causar TGO e TGP alterado. Acompanhe!

O que são TGO e TGP?

O TGO pode ser definido como transaminase oxalacética ou AST (aspartato aminotransferase). Por sua vez, o TGP é chamado de transaminase pirúvica ou ALT (alanina aminotransferase).

Conforme dissemos, ambas são enzimas que podem ser dosadas no sangue, mostrando como anda o funcionamento do fígado.

Assim sendo, quando o TGO ou TGP estiverem elevados, podem indicar uma série de problemas que vão desde as causas mais simples, até as mais complexas.

Em casos onde as enzimas estão realmente altas, geralmente entre 50 e 100 U/L, é importante consultar o médico o mais rápido possível.

E quando os níveis estiverem entre 1.000 e 3.000 U/L, pode ser um sinal de uma doença hepática ou decorrente do uso de medicamentos. Neste caso, então, o médico também deverá ser consultado o quanto antes.

Quais os valores normais de TGO e TGP?

Em geral, os valores de TGO e TGP podem variar, mas os valores considerados normais no sangue são: TGO entre 5 e 40 U/L e TGP entre 7 e 56 U/L.

A TGO também pode ser encontrada em outros órgãos, como o coração, pâncreas, rins, glóbulos vermelhos e músculos. Enquanto a TGP está presente, quase que de forma exclusiva, nas células do fígado.

Por este motivo, é importante que a avaliação seja realizada pelo mesmo médico que solicitou, para que seja possível identificar as alterações e, em caso positivo, descobrir a causa do problema.

E quais as principais causas?

As alterações nos níveis de TGO e TGP geralmente indicam lesões no fígado, e podem ser decorrentes de vários fatores, como por exemplo, a hepatite, a cirrose ou presença de gordura no fígado.

De maneira geral, as alterações podem estar relacionadas com as seguintes situações, sendo elas:

  • Cirrose;
  • Hepatite alcoólica;
  • Hepatite fulminante;
  • Uso abusivo de substâncias químicas;
  • Presença de abcesso no fígado;
  • Obstrução das vias biliares;
  • Uso de medicamentos por períodos longos.

Outros não hepáticos:

  • Pancreatite aguda;
  • Infarto;
  • Isquemia cardíaca.

Para que serve o exame de TGO e TGP?

Por serem indicadores de doenças no fígado, o exame de TGO e TGP geralmente é realizado com o objetivo de avaliar o funcionamento do fígado.

Quando a dosagem é necessária?

Quando existe a suspeita de algumas das situações citadas acima, ou ainda quando surgem sintomas sugestivos, como olhos e pele amarelados, urina escura, cansaço frequente e fezes amareladas ou esbranquiçadas, é solicitada a dosagem das enzimas.

O conteúdo foi esclarecedor? Possui alguma outra dúvida sobre esse exame? Deixe um comentário para que possamos te ajudar.

Compartilhe também em suas redes sociais. E até o próximo post!

Foto Links Úteis | Prof. Dr. Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro CRM: 22.761/SP, diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prof Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
CONTATO
Atenção: O site https://profluizcarneiro.com.br/ é uma espaço de informação e orientação médica de qualidade, nunca poderá substituir a consulta de um profissional médico que é a única pessoa capaz de realizar o diagnóstico real.

© 2021 Prof. Dr. Luiz Carneiro. Todos os direitos reservados. Desenvolvido com ♥ em WordPress por SuryaMKT

magnifiercross