Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761

Todo nódulo no fígado é cirúrgico?

Nós temos que diferenciar duas coisas: os nódulos malignos e os nódulos benignos.

Os nódulos do fígado maligno, estes sim são preocupantes, mas antes deve haver uma grande investigação para saber se é maligno.

Nódulos benignos

Os nódulos benignos são: hemangioma hepático, hiperplasia nodular focal, adenoma hepático e os cistos hepáticos. Apenas o adenoma é cirúrgico e os outros nódulos não devem ser tratados cirurgicamente.

Cisto hepático

O cisto no rim e no fígado em conjunto pode ser derivado de uma doença congênita (hereditária).

Se não tiver sintomas e o rim parar de ter alteração funcional, é muito raro ter que intervir essa doença no fígado, o rim é a parte, eu não quero analisar, pois o cisto pode levar ao comprometimento do rim apenas, no fígado isso é muito raro.

Se bem que tem cistos muito grandes e que podem ter complicações, mas tem fígados que deixa a pessoa com a barriga enorme e essa é uma situação diferente das que vemos aqui, que são cistos pequenos.

Adenoma hepático

Quase nenhuns desses citados devem ser operados, muito raramente, apenas o adenoma hepático, e hoje nós sabemos que no homem esse nódulo é muito preocupante.

Em mulheres, hoje nós fazemos biópsia e existem algumas classificações do adenoma, se o adenoma tiver alguma pré-disposição maligna, nós operamos, e se na biópsia não der essa pré-disposição nós não devemos operar, apenas seguir e observar.

O tamanho por si não é indicação de cirurgia, nenhuma dessas lesões, nem no hemangioma, hiperplasia nodular e adenoma hepático.

Diagnóstico

Hoje é utilizado os métodos de imagem e uma triagem inicial pela ultrassonografia, porém, se houver dúvida, a ressonância magnética é o padrão ouro e defini 96% desses nódulos simples do fígado.

Começamos com o ultrassom, vamos pra ressonância e sabemos exatamente se é benigno e deve ser tratado conservadoramente.

Em alguns desses nódulos no adenoma nós poderemos fazer uma biópsia para definir se existe uma pré-disposição à malignidade ou não, nessa situação pode indicar a cirurgia.

Foto Links Úteis | Prof. Dr. Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro CRM: 22.761/SP, diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. O meu marido tem um nódulo no fígado de três milímetros eu gostaria de saber se ele tiver que fazer alguma biópsia quais os riscos que corre

    1. Oi Boa tarde! Minha mãe tem nodulos no fígado de 1,2cm ela tem câncer no útero estáva em tratamento aconteceu metástase foi para o fígado então e maligno?????

      1. Olá, Danny. Existem alguns fatores que diferenciam tumores malignos e benignos. Sendo assim, o ideal é esclarecer essa dúvida com o médico da paciente, pois é o profissional que possui maior conhecimento sobre o caso!

        Agradeço pelo comentário. Compartilhe o post para manter outras pessoas informadas.

          1. Olá, Cássia. A cirurgia depende de diversos fatores a serem questionados, como gravidade, quadro clínico em geral, idade, etc. Sendo assim, o ideal é procurar um especialista e esclarecer essa questão!

            Espero que ajude e obrigado por me acompanhar! Se possível, me siga no Facebook para receber meu conteúdo em primeira mão: https://www.facebook.com/profluizcarneiro/

    2. Boa tarde, minha mãe fez tomografia e deu esse resultado: Fígado de contornos e dimensões conservadas, com imagens nodulares hipoatenuantes,
      inespecíficas ao método sem contraste, a maior no segmento hepático VI, medindo 0,9 cm. O que pode ser?

      1. Meu esposo fez exame e apareceu nodulo subcapsular com hipersinal em T2, restrição a difusão de realce anelar periférico pelo meio contraste.
        Há necessidade de biópsia?

        1. Olá, Bia. Neste caso, é imprescindível ter os exames em mãos e conhecimento a fundo no caso. Recomendo que retorne ao médico que acompanha o seu esposo e esclareça essa questão.

  2. Faço acompanhamento de seis nódulos no fígado e nessa última consulta o médico me disse que terei que fazer a cirurgia. Estou super preocupada.

        1. Olá, Viviane. Bom dia. A cirurgia depende de diversos aspectos, como o tipo de nódulo, entre outros. O ideal é retornar ao seu médico de confiança e esclarecer todas essas questões, já que ele é o profissional que possui maior conhecimento sobre o seu caso.

          Tenho um post completo sobre nódulo no fígado e pode te ajudar, dê uma olhada: https://profluizcarneiro.com.br/nodulo-no-figado-como-trata-lo/

          Espero que ajude e obrigado por me acompanhar!

    1. Olá, Cleide. Não são todos os tipos de nódulos que precisam de cirurgia, mas é preciso passar por uma avaliação com o médico especialista. Obrigado!

    1. Olá, Arlindo. Bom dia. Esse tipo de laudo pode ser tanto um nódulo benigno quanto maligno. É necessário que seja avaliado por um médico especialista, que vai ver sua esposa e em conjunto seus exames. Estou à disposição.
      Espero que ajude e compartilhe com os seus amigos para mantê-los informados.

  3. Boa tarde, ha alguns anos descobri que tenho um hemangioma, através de ultrassonografia, o medico sempre disse que era de nascença e não precisava me preocupar. Este ano fiz uma tomografia, e acusou imagem ovalada e hipodensa medindo 4,5 x 3,5 cm dando a possibilidade de adenoma e esteatose focal. Pergunto hemangioma e adenoma são a mesma coisa? É caso de cirurgia ou biopsia? Agradeço a atenção

      1. Boa noite,
        Realizei uma ressonancia e a conclusao foi: Nodulos hepaticos compativeis com lesao secundaria (sao varios nodulos sendo que os maiores medem 4,5 cm. Fiquei confusa do que seria lesao srcundaria.

        1. Olá, Brenda. Bom dia. O ideal seria retornar ao médico que lhe indicou o exame, pois o resultado cabe ao seu médico analisar e propor uma forma de tratamento adequada, pois é o profissional que possui maior conhecimento sobre o caso.

          Espero ter ajudado e obrigado por me acompanhar! Se possível, me siga no Facebook para receber meu conteúdo em primeira mão: https://www.facebook.com/profluizcarneiro/

  4. Olá! Fiz uma tomografia para acompanhamento após um câncer de útero e deu pequeno nódulo hipovascularno segmento v do fígado, inespecifico. Nódulo ovalado levemente hipoatenuante e hipovascular, medindo 5mm. Pode ser maligno...câncer?

    1. Olá, Daniela. Para responder essa dúvida, apenas com os exames em mãos e acompanhamento médico para entender a fundo o caso. Eu recomendo que retorne ao médico que indicou o exame e esclareça essa questão.

      Espero que ajude e obrigado por me acompanhar! Compartilhe o post para manter outras pessoas informadas.

  5. Olá, faço acompanhamento de um possível adenoma a 2 anos e meio, agora após uma nova ultrassonografia depois de 1 ano apareceu mais 2 pequenos nódulos medindo no maior eixo 1,1 cm o médico disse que provavelmente eu já tinha e ñ aparecia nos exames por ser muito pequeno isso é possível?

    1. Olá, Flávia. Os casos variam muito. Seria melhor ter os exames em mãos para responder essa dúvida de forma precisa. Sendo assim, o ideal é procurar uma segunda opinião e levar junto todos os exames.

      Espero ter ajudado e obrigado por me acompanhar!

Prof Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
CONTATO
Atenção: O site https://profluizcarneiro.com.br/ é uma espaço de informação e orientação médica de qualidade, nunca poderá substituir a consulta de um profissional médico que é a única pessoa capaz de realizar o diagnóstico real.

© 2021 Prof. Dr. Luiz Carneiro. Todos os direitos reservados. Desenvolvido com ♥ em WordPress por SuryaMKT

magnifiercross