Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761

Insuficiência Pancreática Exócrina: O que é e como tratar?

O pâncreas é um órgão com aproximadamente 15 cm de comprimento, 04 de altura e 02 de espessura (formato alongado), e tem um papel muito importante no bom funcionamento do organismo, já que de algumas substâncias produzidas por ele dependem o ritmo de nosso sistema endócrino e digestivo.

insuficiencia pancreatica exocrina o que e e como tratar prof dr luiz carneiro bg
Insuficiência Pancreática Exócrina: O que é e como tratar? 2

Funções do Pâncreas

Quando pensamos na função do pâncreas, a primeira delas que vem em nossa mente é a produção de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicemia, o açúcar no sangue. 

Quando ela está em falta ou é produzida em níveis insuficientes para equilibrar essa relação, a pessoa pode desenvolver um quadro de diabetes, que pode ser tanto do tipo 1 ou do tipo 2, e ser diagnosticada na infância ou na idade adulta. 

O diabetes é uma doença crônica e para a qual, eventualmente, não há cura, apenas tratamento. Entretanto, o transplante de pâncreas cura o diabetes.

Contudo, outra importante função do pâncreas a que muitos não se atentam é seu papel na digestão de alimentos. Isso é possível graças a enzimas capazes de digerir carboidratos e açúcares (amilase), proteínas (tripsina) e gorduras (lipase). 

Quando nos alimentamos, as enzimas pancreáticas são liberadas no duodeno, quebrando os alimentos em pedaços menores, permitindo que estas sejam digeridas e metabolizadas pelo intestino

Contudo, algumas doenças provocam falhas ou mesmo a paralisação do funcionamento deste órgão, acarretando graves problemas à saúde. É o que chamamos de insuficiência pancreática.

O que é Insuficiência Pancreática?

A insuficiência pancreática exócrina pode ser explicada como a incapacidade que o pâncreas exócrino tem de produzir enzimas em quantidade suficiente para que os alimentos que ingerimos sejam digeridos no intestino e, então, absorvidos pelo organismo. 

Quando isso acontece, o paciente pode sofrer com má absorção de nutrientes, desnutrição, deficiência de vitaminas ou, ainda, perda de peso. Quando a insuficiência pancreática acontece em crianças, ela pode causar também dificuldades para que elas ganhem peso, comprometendo assim seu desenvolvimento físico e mental

Em geral, a insuficiência pancreática é causada por lesões no pâncreas, provocadas por pancreatite aguda ou crônica, enquanto em crianças, a doença pode estar ligada à fibrose cística

Sinais de Problemas no Pâncreas

Antes de chegar ao diagnóstico de insuficiência pancreática, é possível observar sintomas que indicam que há algum problema no pâncreas. Um deles é a dor abdominal

Essa dor começa de forma repentina, e vai progressivamente ficando mais forte e contínua. A dor que indica um problema no pâncreas tende a ser no centro do abdômen, se espalhando para a parte superior e inferior do órgão. 

A dor, aliás, não melhora quando a pessoa se deita de costas. Ao contrário, ela tende a aumentar, além de surgir também após o paciente se alimentar. Além disso, é comum que o paciente tenha diarreia, com fezes claras e com gordura

Pancreatite pode ser aguda ou crônica, e nem sempre cursam com insuficiência pancreática. Cada caso tem suas características. Procure o médico especialista. 

Sintomas da Pancreatite

Uma das doenças que causa a insuficiência pancreática, a pancreatite é uma inflamação grave do pâncreas, e surge quando o órgão libera suas enzimas diretamente dentro dele, ao invés de secretá-las para fora, em direção ao intestino, provocando assim a destruição do órgão

É preciso ficar atento aos sintomas da pancreatite, como a dor na parte superior do abdômen, que se irradia para as costas e piora com o passar do tempo, sobretudo após as refeições. 

Outro sinal indicativo do problema são náuseas e vômitos, inchaço e sensibilidade na barriga e febre ou, ainda, aumento dos batimentos cardíacos

Também são sintomas da doença a produção de fezes claras e com sinais de gordura, perda de peso sem que o paciente esteja fazendo alguma dieta e desnutrição, provocada pela digestão incompleta dos nutrientes ingeridos durante as refeições. 

Além da pancreatite e da própria insuficiência pancreática, o pâncreas pode ser afetado por outras doenças, como o câncer de pâncreas e o diabetes

Como tratar a insuficiência pancreática exócrina

Para que a insuficiência pancreática exócrina possa ser tratada é necessário primeiro que seja identificada e combatida a causa da doença. 

No caso da pancreatite aguda, por exemplo, o paciente recebe medicamentos para aliviar a dor e, eventualmente, tratar a infecção (caso ela exista). 

Além disso, é comum que a pessoa fique em jejum até que a crise passe, para que o órgão possa se recuperar.

Durante o tratamento da insuficiência pancreática exócrina pode ser receitado também medicamentos que contenham as enzimas pancreáticas que o órgão não está produzindo, permitindo assim que os alimentos sejam digeridos corretamente. 

Confira também, nosso vídeo sobre o tema:

Caso o quadro de desnutrição seja grave, é recomendado também a reposição de vitaminas e a adoção de uma dieta pobre em gorduras e rica em proteínas e calorias, ajudando assim a manter o peso.

Foto Links Úteis | Prof. Dr. Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro CRM: 22.761/SP, diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prof Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
CONTATO
Atenção: O site https://profluizcarneiro.com.br/ é uma espaço de informação e orientação médica de qualidade, nunca poderá substituir a consulta de um profissional médico que é a única pessoa capaz de realizar o diagnóstico real.

© 2021 Prof. Dr. Luiz Carneiro. Todos os direitos reservados. Desenvolvido com ♥ em WordPress por Surya Marketing Médico.

magnifiercross