Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761

Pancreatite aguda: quais as causas e como é feito o tratamento

Ao fundo da imagem, há uma pessoa segurando uma representação de um pâncreas.
Pancreatite aguda: quais as causas e como é feito o tratamento 2

Pancreatite aguda é uma resposta inflamatória do pâncreas, que pode ser causada pela migração e formação de pequenos cálculos biliares, responsáveis por obstruir o ducto pancreático e migração de micro cálculos para dentro do pâncreas.

Essa obstrução é o que provoca o processo inflamatório intenso e o aumento da glândula, que ocorre devido ao edema, ou seja, o acúmulo de líquido em seu interior.

E qual seria o tratamento para essa doença? Continue lendo este artigo, que iremos explicar um pouco mais sobre a pancreatite aguda e quais as formas de tratamento existentes.

As causas da pancreatite aguda

O consumo de álcool é uma das principais causas da doença. Cerca de 30% dos casos de pancreatite aguda são causados por bebidas alcóolicas. O consumo exagerado ou constante de álcool pode provocar lesões nos tecidos pancreáticos, levando a obstrução das funções dos órgãos. Em média, os sintomas decorrentes do abuso de bebidas alcoólicas estão relacionados ao uso abusivo e de forma exagerada, ou associada com ingestão constante e picos de aumento de ingestão.

Outra causa da doença, conforme dito anteriormente, e a causa mais frequente de pancreatite aguda é o cálculo biliar ou pedra na vesícula, caracterizado pela formação de pequenas massas que se formam por conta da solidificação da bile. Mesmo não sendo uma causa completamente esclarecida, em alguns casos, pode ocorrer de os cálculos obstruírem ou entupirem os canais de secreção do pâncreas, e então ocasionar a doença.

Outras doenças infecciosas, tais como caxumba e hepatite, quando apresentam um quadro grave e complicações, podem desencadear uma pancreatite aguda.

Além destas causas, existem também os fatores de risco, como o uso de medicamentos, intoxicações, histórico familiar de pancreatite, tabagismo e lesão ou trauma no abdômen.

Tratamento de pancreatite aguda

Geralmente, o paciente recebe soro intravenoso e analgésico para aliviar as dores, mas isso dependerá da necessidade de cada caso. Também será preciso que o suspender o consumo de bebidas alcóolicas até que o pâncreas esteja recuperado.

Quando existem sintomas como o vômito, pode ser necessário um esvaziamento de líquidos. Para esse procedimento, é inserida uma sonda fina pelo nariz até o estômago.

Quando os casos não apresentam gravidade, a recuperação leva poucos dias, mas, se essa condição for prolongada, pode ser que o paciente precise recorrer à alimentação por sonda nasoenteral, ou seja, uma sonda introduzida pelo nariz, que conduz uma dieta líquida.

Aqueles que possuem pancreatite aguda biliar (pedra na vesícula) são submetidos ao procedimento cirúrgico conhecido como colecistectomia vide laparoscópica, idealmente na mesma internação após resolução do quadro da panreatite.

Em casos de pancreatite aguda grave, além do tratamento básico com jejum e acompanhamento médico, é necessário manter uma alimentação parenteral, onde glicose, gorduras, vitaminas, proteínas, entre outros, são administradas por via endovenosa.

O uso de antibióticos é algo que precisa ser avaliado pelos médicos, porque ainda gera discussões sobre a prevenção da doença.

Em casos de pancreatite aguda de forma grave, existem forma de tratamento com radiologia intervencionista e alguns casos mais raros a necessidade de cirurgia.

Foto Links Úteis | Prof. Dr. Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro CRM: 22.761/SP, diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prof Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
CONTATO
Atenção: O site https://profluizcarneiro.com.br/ é uma espaço de informação e orientação médica de qualidade, nunca poderá substituir a consulta de um profissional médico que é a única pessoa capaz de realizar o diagnóstico real.

© 2021 Prof. Dr. Luiz Carneiro. Todos os direitos reservados. Desenvolvido com ♥ em WordPress por SuryaMKT

magnifiercross