Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761

Pedra na vesícula: o que é e como é causada a doença

Ao fundo da imagem, há um homem com uma camisa de manga cumprida azul e com as mãos apertando o abdômen.
Pedra na vesícula: o que é e como é causada a doença 2

Ouvimos constantemente falar sobre pedras que se formam nos rins. Mas você sabia que cálculos não afetam apenas esses órgãos e podem se formar em outros locais e serem de outra natureza? Também acontece de as pedras se localizarem na vesícula biliar, desencadeando sintomas muito incômodos.

Quando se trata dos cálculos renais, sabemos que a baixa ingestão de água é uma das causas para eles. Mas se esse problema acontece na vesícula biliar, o que estimula a formação desses cálculos?

Se você também tem dúvidas, continue lendo este artigo porque vamos responder a esta pergunta e apresentar outras informações importantes, a fim de que você saiba como cuidar bem da sua saúde. Acompanhe!

A pedra na vesícula

A vesícula biliar é um órgão que se localiza no lobo inferior direito do fígado. Ela também participa do processo de digestão dos alimentos e consiste em uma pequena bolsa de tonalidade esverdeada e que tem o formato de uma pera.

Apresenta conexões com o fígado e o duodeno, que seria a parte inicial do intestino delgado. Sua função é armazenar e concentrar a bile, um líquido produzido pelo fígado e que contribui para a digestão dos alimentos, principalmente os gordurosos.

Quando acontece algum desequilíbrio na composição da bile, como acúmulo de sais biliares e mais espessos, ocorrem precipitação dos sais biliares e a formação de bile mais espessa e a formação dos cálculos, ou seja, se formam as pedras na vesícula, também chamadas de cálculos biliares. Eles podem se acumular na própria vesícula ou nos ductos biliares.

Quando estão no interior da vesícula biliar, os cálculos podem desencadear sintomas comuns de cólicas biliares crônicas e em alguns casos recorrentes. A parada do cálculo na saída da vesícula é principal causa de colecistite aguda, a infecção da vesícula biliar. E quando os cálculos saem da vesícula e são posicionados nos ductos, fazem a obstrução deles e impedem a passagem da bile, causando uma série de complicações mais graves como colangite aguda e pancreatite aguda.  Há casos em que as pedras permanecem ali e, em outros, elas voltam para a vesícula ou são impulsionadas para o intestino.

Causas da pedra na vesícula

A bile é formada por diversas substâncias diferentes que precisam estar em equilíbrio para garantir a sua devida composição. Quando um ou outro componente está em excesso acontece a sua precipitação dos sais biliares e formação dos cálculos.

As pedras na vesícula são causadas principalmente pelo excesso de sais e colesterol no organismo. A bile, então, começa a endurecer e os cálculos se acumulam no interior da vesícula ou nos ductos biliares, conforme dito.

Entretanto, alguns fatores aumentam o risco de se formaram pedras na vesícula como é o caso de:

  • dietas gordurosas e ricas em carboidratos;
  • baixa ingestão de fibras;
  • elevação do colesterol LDL (ruim) e redução do HDL (bom);
  • obesidade;
  • sedentarismo;
  • pós gestacional
  • hipertensão;
  • diabetes;
  • tabagismo;
  • níveis muito altos de estrogênio;
  • uso prolongado de anticoncepcionais;
  • predisposição genética.

A maioria dessas pedras tem dimensões muito pequenas e acabam passando despercebidas pelo tubo digestivo. Mas elas podem se formar em diversos tamanhos e, quando são grandes demais, desencadeiam os sintomas característicos dessa condição.

Sintomas da pedra na vesícula

O principal sintoma da pedra na vesícula é a dor que ocorre do lado direito do corpo sendo na parte superior do abdome ou nas costas. Essa condição se manifesta principalmente após as refeições, cerca de meia ou uma hora em seguida delas.

Isso porque, é nesse momento que a vesícula precisa liberar a bile, então, se há pedras em seu interior ou principalmente se os ductos biliares estiverem obstruídos, acontece uma maior pressão para tentar a passagem do líquido. Isso desencadeia a dor em função das contrações da bolsa.

As dolorosas cólicas podem vir acompanhadas de febre náuseas e vômito. Além disso, a pessoa pode manifestar inchaço abdominal, escurecimento da urina, diarreia, fezes esbranquiçadas e icterícia.

Quando o ducto biliar permanece muito tempo obstruído por um cálculo, os tecidos ficam inflamados e ainda existe a possibilidade de o quadro se agravar em função da proliferação de bactérias nesse local.

Tratamentos disponíveis

O tratamento da pedra na vesícula a principal recomendação é a realização da cirurgia por laparoscopia. Nesse caso, é feita a remoção da vesícula, mas isso não traz problemas para o paciente, porque a bile continuará sendo liberada, mas do fígado diretamente para o intestino. Os tratamentos dos cálculos nos ductos podem levar a necessidade de abordagem dos cálculos biliares por endoscopia ou por cirurgia, dependendo de cada caso. O único cuidado no pós-cirúrgico é evitar a ingestão excessiva de alimentos gordurosos para não ocorrer diarreia.

As pedras na vesícula são um problema muito incômodo e bastante doloroso, que interfere significativamente na qualidade de vida do indivíduo porque atrapalha a sua alimentação. Sendo assim, é importante manter uma dieta saudável e nutritiva, além de bons hábitos, para evitar a formação dos cálculos.

Foto Links Úteis | Prof. Dr. Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro CRM: 22.761/SP, diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

      1. Estou com do lado direito da costela sinto muitas dores e enjoo como para não morrer qual exame mais especificado para fazer e ver se dar alguma coisa ja nem sei o que fazer dependo sus tenho que me levantar para cuidar do meu filho de 9 anos não quero entregar para o pai abaixo de Deus ele e minha companhia tenho 45 anos me ajudem

        1. Boa tarde semanas atrás senti dores no lado direito do corpo na região da vesícula sempre a noite fui nas UPAS para tomar medicamento para passar a dor semanas depois senti dores novamente só que dessa vez foi acima do umbigo na boca do estômago após as refeições no momento eu estou resolvendo uma possível gastrite irei fazer o exame para confirmar minha dúvida é se as dores estavam sendo provocadas por sintomas de gastrite ou de pedra na vesícula de quarta dia 8 agosto até dia 11 agora não estou sentindo mais queria uma explicação ou um diagnóstico

          1. Olá, Nathan. Infelizmente, é muito difícil responder essa questão sem ter os exames em mãos e acompanhamento médico. De qualquer forma, o ideal é procurar um especialista para realizar os exames adequados e identificar esse problema.

            Espero ter ajudado e obrigado por me acompanhar! Se possível, me siga no Facebook para receber meu conteúdo em primeira mão: https://www.facebook.com/profluizcarneiro/

  1. Boa noite. É verdade que ao tirar a vesícula deve manter para o resto da vida uma dieta balanceada,ou seja, alimentasse de forma saudável,pois ao contrário em um futuro pode desenvolver doenças no fígado?

    1. Olá, Patrícia. Cada caso é um caso, sendo assim, após a retirada da vesícula, tem pessoas que precisam da dieta balanceada, porém, tem pessoas que após o corpo se acostumar com a retirada da vesícula, podem voltar a sua dieta normalmente. Deste modo, o ideal é procurar um médico que possa te fornecer as seguintes dúvidas.
      De qualquer forma, tenho um post que pode te ajudar a entender mais sobre esse assunto, dê uma olhada: https://profluizcarneiro.com.br/cirurgia-da-vesicula-biliar/ Obrigado!

    2. Bom dia! dr.Tenho litiase biliar 12 mm preciso fazer uma cirurgia de retirada de vesícula desde 2017, Sus mas estou com enjôo e dor abdominal, tomo buscopan, dipirona para dor, estou desempregada, e meu marido também. Pelo amor de Deus me ajude, obrigada pela atenção e me desculpe mas não sei mas o que faço. Moro em São Paulo, penha, já fui com crise no hospital tatuape mas só deram soro, mas sei que é difícil para os médicos atender tantas pessoas, com pouco recursos. Me ajude, obrigada.

      1. Olá, Irecema. O mais ideal é agendar uma consulta em um hospital público e aguardar, apenas assim para avaliarem o seu caso e proporem o tratamento mais adequado. Espero ter ajudado e obrigado por me acompanhar!

  2. Olá, li o artigo acima onde o mesmo me esclareceu muitas dúvidas..
    Tenho 23anos,fiz um ultrassom e foi detectada algumas imagens na minha vesícula a maior mede 1,2mm .Ainda não apresento nenhum sintoma.Qual o melhor tratamento ?qual profissional deve procurar?
    Muito obrigado..

  3. Minha mae ta sentido muita dor no lado esquerdo perdendo pesso muito rapdo nao consegui se alimentar direito não consegui faz coco a parte adnominal muita do a barriga echada pedra na vesícula faz isso não consegui fazer xixi faz bem poco e senti muita dor

    1. Olá. Alguns dos sintomas citados são decorrentes de pedra na vesícula, porém, não podemos levar em consideração apenas os sintomas, é necessário realizar um exame para comprovar o diagnóstico. Existem diversas complicações que apresentam esses mesmos sintomas. Sendo assim, eu recomendo que procure um especialista e confirme a questão.

      Espero que ajude e obrigado por me acompanhar! Se possível, me siga no Facebook para receber meu conteúdo em primeira mão: https://www.facebook.com/profluizcarneiro/

    1. Olá, Junior. O vômito pode estar associado à pedra na vesícula, assim como pode estar associado a outros fatores. O ideal é procurar um médico especialista para analisar o caso e discutir as possíveis formas de tratamento.

      Agradeço pelo comentário. Compartilhe o post para manter outras pessoas informadas.

  4. Tive infeccao urina..fiz exames urina n tem mais a infeccao...fiz ultrassom nos rins deu pequena dilatacao.
    Mais continuo com dores abdominal..nas costas...nos rins radiando p frente.
    Fui varias x no hosputal mais meus exames estao bons de sangue e urina.
    Mais tenho essas dores q mencionei sò com remedios consigo trabalhar.

Prof Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
CONTATO
Atenção: O site https://profluizcarneiro.com.br/ é uma espaço de informação e orientação médica de qualidade, nunca poderá substituir a consulta de um profissional médico que é a única pessoa capaz de realizar o diagnóstico real.

© 2021 Prof. Dr. Luiz Carneiro. Todos os direitos reservados. Desenvolvido com ♥ em WordPress por SuryaMKT

magnifiercross