Indicações da Cirurgia robótica para o aparelho digestivo

Última atualização em 19/02/2021 por Prof Luiz Carneiro
• Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Home » Indicações da Cirurgia robótica para o aparelho digestivo

A cirurgia robótica traz grandes benefícios para a medicina, mas o problema principal é o custo. A estrutura hospitalar é muito cara porque o robô ainda não é usado de maneira tão disseminada.

Há menos de dois anos, os hospitais costumavam cobrar valores altos independente do plano de saúde do paciente porque a cirurgia robótica ficava muito cara. Mas, felizmente, hoje essa modalidade cirúrgica tem uma tendência de baixar o custo.

Atualmente, os hospitais aceitam os procedimentos robóticos como se fosse uma cirurgia laparoscópica, por exemplo.

Quando a cirurgia robótica é indicada?

Na Urologia, a maioria dos pacientes que podem ter essa opção e vão operar o câncer de próstata, realizam o procedimento por acesso robótico.

Nessa área, entre 70 e 80% dos casos de câncer de próstata são operados através dessa cirurgia. Portanto, é um grande benefício para esses pacientes.

Na área de aparelho digestivo, a cirurgia robótica é muito boa. Nas cirurgias de reto baixo, esse procedimento deve ser, sem sobras de dúvidas, a primeira forma de indicação. Isso porque, os braços do robô possibilitam operar esses doentes e trabalhar na região pélvica.

A cirurgia pancreática também tem grandes benefícios com o uso do robô.

No estômago, o robô também tem tido uma aceitação enorme. E quando as lesões são mais iniciais, esse método de cirurgia também ajuda na retirada dos gânglios aumentando o efeito benéfico contra o câncer, o que chamamos de efeito oncológico.

Essa modalidade também tem um papel bastante importante nas cirurgias de câncer de esôfago e hérnia de hiato. Os cirurgiões têm uma preferência muito grande pela via robótica, sendo a abordagem preferencial.

O fígado pode ser operado através da cirurgia robótica?

Na área do fígado, o uso do robô é muito limitado. Alguns avanços tecnológicos estão surgindo para que o fígado seja também um órgão que a cirurgia robótica possa ser utilizada, mas ainda é muito experimental e limitado.

De acordo com o Prof. Dr. Luiz Carneiro, o avanço será formidável nos próximos anos e os tratamentos no fígado poderão ser feitos com a cirurgia robótica e grande parte da população fará uma cirurgia mais segura, rápida e eficiência, assim como é no pâncreas.

0 comentários
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 2 =

Prof. Dr. Luiz Carneiro
Sobre o Autor

Prof. Dr. Luiz Carneiro CRM: 22.761/SP, diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

GoogleMyCitations

 Cv Lattes

ResearcherID

ORCID

Base-Side-Bar-Figado
Entre em Contato | Prof. Dr. Luiz Caneiro

Posts Relacionados

× Agendar Consulta.