Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761

Hérnia de Hiato

Vamos falar sobre hérnia de hiato. Nós já vimos que a doença do refluxo gastresofágico e a hérnia do hiato são passíveis de correção cirúrgica. E nós temos vários vídeos nesse sentido, quem quiser consultar pode ir ver na nossa lista que acharão.

Cirurgia para Corrigir a Hérnia de Hiato

Mas as técnicas de correção da hérnia de hiato são em geral, hoje quase que totalidade absoluta, os por via vídeo laparoscópica. Por que que eu digo que é quase a totalidade? Porque existem casos em que já foram operados por via videolaparoscópica se tem uma volta, uma recidiva, e aí nós temos que reabordar esses doentes por via aberta convencional. Mas de primeira, a grande indicação é por vídeo-laparoscopia.

Como é realizada a Cirurgia?

E essa cirurgia visa basicamente, se eu tiver uma parte do estômago no tórax, junto com o pulmão e comprimido coração ali no mediastino, é reduzir esse estômago para a cavidade abdominal, nós temos que, é bastante delicado, puxar o estômago que tá no tórax para dentro da cavidade abdominal.

Como esse estômago saiu, tem uma hérnia, tem um buraco. Nós temos que fechar esse buraco e então proteger, fazer a válvula anti-refluxo, para que o conteúdo do estômago não vá ao duodeno.

Como é fechada a Hérnia de Hiato

Nós temos várias técnicas, a mais usada hoje é uma técnica chamada de nissen e que se faz tipo um envolvimento do esôfago com o próprio estômago, passa por trás como se fosse uma gravata e dá um ponto, fixando esse estômago de maneira que tenha uma discreta compressão do esôfago terminal que está dentro da barriga agora, para que o conteúdo do estômago não volte.

Então essa cirurgia é muito realizada, tem um índice em mãos adequadas, em mãos treinadas e com experiência bastante satisfatória e corrige o refluxo e não a hérnia, que aí é um defeito anatômico, que precisa ser corrigido. Então o resultado é muito bom e as pessoas que tem bastante sintomas e tipo azia, regurgitação, as vezes tem pessoas que têm rouquidão ou tosse irritativa, então tem uma série de sintomas bastante clássicos, que a gente pode ver nos outros vídeos e que fazem indicação e com um bom resultado.

Mas, de qualquer maneira, é importante que quando vá se fazer essa cirurgia, que você tenha um bom equipamento, isso é mais ou menos como a gravação, se a gente faz uma gravação de má qualidade, nós podemos não definir muito bem as estruturas e com isso, trazer problemas que com tecido orgânico, com vida, não podemos brincar. Então primeiro temos que ter uma aparelhagem, pinças adequadas, material de vídeo, porque nós trabalhamos com vídeos que dão aumento de até 16x e tem que ter uma qualidade, as lentes tem que estar muito boas, muito preservadas para ter uma imagem de qualidade e poder fazer essa cirurgia de modo bastante efetivo e competente.

Foto Links Úteis | Prof. Dr. Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro CRM: 22.761/SP, diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prof Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
CONTATO
Atenção: O site https://profluizcarneiro.com.br/ é uma espaço de informação e orientação médica de qualidade, nunca poderá substituir a consulta de um profissional médico que é a única pessoa capaz de realizar o diagnóstico real.

© 2021 Prof. Dr. Luiz Carneiro. Todos os direitos reservados. Desenvolvido com ♥ em WordPress por SuryaMKT

magnifiercross