Colangite esclerosante: o que é?

Colangite esclerosante é uma doença autoimune do fígado. É uma doença em que o seu próprio organismo reconhece a parte do fígado que excreta a bile, chamada de vias biliares, como sendo um elemento estranho e passam a agredir, a inflamar e destroem essas vias biliares.

Essa doença autoimune compromete e inflama o fígado, mas o objetivo principal é desses canais que deveriam pegar a bile que é fabricada no fígado, levar para o intestino e destruir. Essa destruição é lenta e progressiva, demora muitos anos e leva a uma grande inflamação das vias biliares.

Sintoma e diagnóstico

Em longo prazo, a doença tem um potencial de se associar a tumores malignos da via biliar que é inflamada de maneira muito intensa por anos. Contudo, é muito importante que se faça o diagnóstico desta doença em pacientes que ficam com os olhos amarelados, chamada de icterícia, procure um médico e faça os exames.

Existem exames de sangue e de imagem que caracterizam e fecham um diagnóstico de colangite esclerosante. Esses pacientes em especial devem ser seguidos por especialistas na área do fígado, os Hepatologistas.

 

Tratamento para colangite esclerosante

Existe hora certa de tratar esses doentes, se a inflamação não for muito intensa com tratamento específico, eles podem ser seguidos por muitos anos. Mas se houver uma evolução, uma piora dos níveis de bilirrubina e inflamação do organismo em função dessa doença hepática, devemos passar para o transplante de fígado.

Na Inglaterra, onde existe uma incidência muito grande de colangite esclerosante, e na Europa, hoje eles fazem o transplante um pouco mais precoce para evitar essas complicações.

Contudo, é bom estar consciente que o medicamento é o tratamento principal, mas no grupo que a doença progrediu, devemos pelo risco da associação com tumores malignos pensar no transplante.

Clique no sino do canto inferior direito para receber notificações!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prof. Dr. Luiz Carneiro

Diretor da Divisão de Transplantes de Fígado e Orgãos do Aparelho Digestivo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

TIRE SUAS DÚVIDAS

agsdi-whatsapp
Share This