Colangite causada por estenose: diagnóstico e tratamento

Colangite é uma inflamação das vias biliares dentro do fígado. A bile produzida e secretada pelo fígado vai passar pelos colangios, depois pelos dutos hepáticos, vias biliares principais, colédoco e por fim, chega ao duodeno. Nesse canal por onde a bile passa pode ter alguma estenose.

Estenose é um estreitamento que, na grande maioria das vezes, pode ser causado após uma colecistectomia (cirurgia de retirada do cálculo da vesícula) ou por um cálculo que se formou dentro desse canal que leva a bile ao fígado.

Tratamento da colangite causada por estenose

Via endoscópica

Primeiramente, o tratamento consiste em remover a estenose. Normalmente, isso ocorre por via endoscopia através de stents para o fechamento da via biliar (mesmo procedimento para o fechamento da coronária).

 

Via transhepática percutânea

Em alguns casos, o fechamento é muito extenso e acaba não sendo possível remover por via endoscópica. Assim, podemos optar pela punção do fígado introduzindo um cateter por dentro do canal que leva a bile ao fígado através da punção externa do fígado.

 

Cirurgia

Caso nenhum desses tratamentos seja possível, resta a cirurgia. A cirurgia pode ser robótica, por vídeo ou aberta. Realiza-se a ressecção da estenose, abrem o estreitamento colocando uma alça de intestino e a bile volta a drenar por outro caminho.

Resumindo, tentamos tratar a estenose por via endoscópica ou por via transhepática percutânea. Caso nenhum desses tratamentos seja possível, podemos recorrer para a cirurgia.

Clique no sino do canto inferior direito para receber notificações!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prof. Dr. Luiz Carneiro

Diretor da Divisão de Transplantes de Fígado e Orgãos do Aparelho Digestivo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

TIRE SUAS DÚVIDAS

× Agendar Consulta.
Share This