Home » Taxa de sobrevida pós-retransplante de fígado

Profº Luiz Carneiro D'Albuquerque - CRM: 22.761

Cv Lattes   GoogleMyCitations  ResearcherID  ORCID

Última atualização em 24/07/2020 por Prof Luiz Carneiro

Taxa de sobrevida pós-retransplante de fígado

Causas do retransplante

O retransplante de fígado é um assunto bastante complicado e complexo. É uma situação clínica bastante específica em que o paciente que transplantou perde o fígado por rejeição.

Isso é muito raro, porém, pode acontecer uma rejeição crônica e depois de algum tempo o fígado é destruído pelo próprio organismo. Quando isso acontece, é necessário realizar o transplante novamente e começar tudo do zero com novas drogas imunossupressoras.

Outro caso é quando o paciente tem uma complicação da anastomose (costuras do fígado) decorrente da má circulação, canal da bile fechado dando infecção de repetição com abscesso hepático, entre outros fatores.

Taxa de sobrevida do retransplante

De acordo com o Hospital das Clínicas, o transplante realizado em bons serviços do Brasil, a taxa de sobrevida é de 90% após um ano.

No retransplante, esse índice cai bastante em torno de 60% a 70% dependendo da causa. Portanto, é uma situação bastante complicada e complexa quando ele é crônico.

Nos casos agudos, a situação pode ser dramática, pois o doente colocou o fígado, ocorreu uma disfunção e o órgão não funcionou, sendo necessário trocar urgentemente.

Clique no sino do canto inferior esquerdo para receber notificações!

         por Dr. Luiz Carneiro D’Alburquerque

CRM 22.761    

 

 

 

 

 

 

 

      por Dr. Luiz Carneiro

D’Albuquerque

CRM 22.761    

4 Comentários

  1. Maurício Oliveira

    Eu sou Maurício, fiz o transplante de fígado em ser/2017… Equipe Dr. Daniel, Rafael, Roque… quero dizer que fui muito bem tratado, antes, durante e depois, por isso vivo uma vida normal que às vezes até me esqueço que sou transplantado . Parabéns e meus agradecimentos a todos os Profissionais envolvidos no meu caso é que Deus os protejam…

    Responder
  2. jorge jabrayan

    Boa tarde eu fui trasplantado em 27/03/2010 na Unicamp pela equipe da grande Dra Ilka Boin, ja se passaram 10 anos eu não sinto nada graças DEUS olha que eu estive lá com S Pedro só de CTI foram (2) meses depois do trasplante tenho uma vida normal mais não deixo de fazer os meus acompanhamentos nas datas que eles mandam

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + treze =

Base-Side-Bar-Figado
Entre em Contato | Prof. Dr. Luiz Caneiro
× Agendar Consulta.