Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
Home RobóticaContato

Quais as mudanças na vida do paciente com transplante de fígado?

O transplante de fígado é indicado quando o fígado do paciente não funciona mais de forma adequada, prejudicando a qualidade de vida e fazendo com o que o paciente mude seus hábitos.

Uma das maiores dúvidas dos pacientes ao saber que precisa de um transplante, é se poderá ter uma vida normal após a cirurgia.

Pensando nisso, fizemos esse conteúdo para explicar como é a vida de uma pessoa transplantada e como a sua vida pode seguir normalmente.

Prática de exercícios por pessoas transplantadas

Se o transplante de fígado for feito de forma bem sucedida, a pessoa pode ter uma vida absolutamente normal. Hoje nós vemos atletas, corredores de maratona e até triatletas que são transplantados, o que mostra que não existe limitação física.

A única diferença é que um paciente de 30 anos que já tinha uma boa reserva, vai ter mais capacidade física do que um doente de 70 anos que transplantou. Então nós sempre recomendamos atividades físicas compatíveis com a idade do paciente, porque a prática de exercícios ajuda na melhora clínica. Contudo, devido ao uso da imunossupressão, não é possível fazer esportes de alto risco em uma idade mais avançada. Então, nós não recomendamos que se pratique esse tipo de esporte, porque se houver uma complicação associada ao esporte, as complicações associadas ao transplante são maiores.

Então, o esporte de maneira segura e supervisionada, é absolutamente recomendável que se faça, o que quer dizer que você pode ter uma qualidade de vida absolutamente normal.

Dieta de uma pessoa transplantada

Para pessoas transplantadas, a dieta não é nenhum obstáculo a não ser que essa pessoa tenha alguma doença, como hipertensão, diabetes ou intolerância à lactose. Nesses casos, outros problemas de saúde do paciente fazem com que ele precise restringir alguns alimentos da sua dieta.

Do ponto de vista hepático puro, não há restrições alimentares, é permitido comer de tudo.

Posso consumir álcool após ser transplantado?

Nós médicos não permitimos e não recomendamos de maneira nenhuma a ingestão de álcool para pessoas transplantadas. Além de poder lesar o fígado, a ingestão de álcool muitas vezes causa alterações às drogas imunossupressoras (são indispensáveis). Isso porque quando você bebe, você urina mais e aumenta a filtração renal, abaixando o nível das drogas, aumentando as chances de rejeição do órgão.

Então, se você é transplantado, você pode ter uma vida absolutamente normal, de acordo com a sua idade e restrições por doenças associadas, seguindo sempre as recomendações do seu médico.

Gostou? Compartilhe!
dr Luiz Carneiro

Profº Dr.Luiz Carneiro

CRM: 22.761/SP

Diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

magnifiercrossmenuchevron-down