Home » Fígado x uso de medicamentos prolongados

Profº Luiz Carneiro D'Albuquerque - CRM: 22.761

Cv Lattes   GoogleMyCitations  ResearcherID  ORCID

Última atualização em 24/07/2020 por Prof Luiz Carneiro

Fígado x uso de medicamentos prolongados

Na maioria das vezes, os medicamentos usados por um período muito longo, como os remédios para pressão e diabetes, não dão problemas para o fígado. Existem duas situações que a gente pode tomar um pouco de cuidado.

Uso de nistatinas

Devemos estar atentos ao uso das nistatinas, remédios para colesterol, pois podem alterar a função hepática.

Caso as enzimas hepáticas, depois de algum tempo, estejam alteradas, o seu cardiologista ou clínico deve trocar por outro tipo de remédio.

Hoje existem princípios ativos muito diferentes em que se um tem efeito, o outro não tem nenhum problema para o fígado.

Devemos nos preocupar com outros remédios?

Além das nistatinas, devemos estar atentos aos medicamentos que praticamente não possuem nenhum tipo de problema, mas podem alterar as enzimas.

Por exemplo, existem remédios neurológicos que aumentam o nível da Gama GT, enzima usada no fígado em que é possível observar um aumento a partir desses medicamentos.

Também existem outros medicamentos que são usados pelos dermatologistas de uso contínuo e prolongados. São remédios indicados para o crescimento de cabelo, entre outros motivos. Quando começar a usar, é necessário fazer periodicamente provas de função hepática.

Saiba que qualquer remédio pode dar crises agudas com a destruição ou perda parcial do fígado.

Tome cuidado porque o uso crônico deve ser monitorado com enzimas. Existem casos em que os remédios que raramente dão alterações por uso prolongado, podem dar em pessoas específicas. Hoje existe um número muito grande de medicamentos e a gente sempre acha um substituto que possa cumprir essa função.

Portanto, nós podemos usar qualquer remédio desde que se faça o monitoramento nos primeiros dois ou três meses. Se continuar normal, é pouco provável que haja uma mudança, porém, faça anualmente uma dosagem. Caso já esteja alterado, procure o seu médico para adaptar e tirar esse medicamento da sua lista de medicamentos utilizados.

Clique no sino do canto inferior esquerdo para receber notificações!

 

 

         por Dr. Luiz Carneiro D’Alburquerque

CRM 22.761    

 

 

 

 

 

 

 

      por Dr. Luiz Carneiro

D’Albuquerque

CRM 22.761    

2 Comentários

  1. tomo remédio para pressão fenetoina rivotril diariamente e sinto a boca sempre amarga

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Base-Side-Bar-Figado
Entre em Contato | Prof. Dr. Luiz Caneiro
× Agendar Consulta.