Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
Home RobóticaContato

Existe relação entre a obesidade e o câncer?

A obesidade é o acúmulo de gordura corporal. que pode ser causado por diversos fatores, como alimentação, sedentarismo e até outras doenças. Quando não tratada a obesidade pode trazer consequências graves para a vida do paciente.

Neste post, vamos falar sobre a relação entre a obesidade e o câncer dos órgãos do aparelho digestivo, fatores agravantes e como evitar o quadro de obesidade. Confira!

Que órgãos podem ter câncer devido a obesidade?

Todos os órgãos do aparelho digestivo podem ter câncer consequente da gordura.

Nos homens principalmente, a gordura com o passar do tempo se acumula na barriga, que é absorvida pelo sangue do intestino, passa no fígado, podendo ser lesiva ao fígado e dá uma das causas de síndrome metabólica.

Consequências da obesidade

A gordura abdominal além de ser ruim para o coração, cérebro, aorta e para todos os outros órgãos, ela é particularmente ruim para o fígado. A esteatose (gordura no fígado) tem correlação com o estômago, fígado, pâncreas e o intestino grosso, então, é importante manter uma alimentação balanceada e procurar manter o peso.

Alimentação indevida

Hoje, essa comida chamada junkfood, é toda de alimentos industrializados, leufilizados, sem resíduo e com muito produto químico, pois para chegar a esse grau de impureza e qualidade que eles querem, é acrescentado o produto químico, e esses fatores são causadores da obesidade.

Existe uma série de alimentos, não só a gordura em si, que se associam a esses alimentos industrializados.

Como reverter esse quadro?

É importante ter uma alimentação saudável e ter um peso baixo. O que contribui muito para essa gordura da barriga é a atividade física, além disso, a perda de peso e a atividade física melhoram muito o colesterol e o triglicérides.

Então, o recomendado é atividade física e voltar ao seu peso de alguma maneira, restringindo principalmente a gordura, porque ela é muito rica em termos de caloria, e nós sabemos que alimentos que engordam muito são ruins para outros fatores, como a coronária.

Compartilhe esse conteúdo para que mais pessoas saibam da importância de manter uma alimentação adequada e praticar atividade física.

Gostou? Compartilhe!
dr Luiz Carneiro

Profº Dr.Luiz Carneiro

CRM: 22.761/SP

Diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

magnifiercrossmenuchevron-down