Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
Home RobóticaContato

Existe aumento na taxa de pedra na vesícula entre jovens adultos?

O aumento no número de casos de jovens com pedra na vesícula está diretamente ligado à realidade atual, em que as pessoas são sedentárias, têm uma má alimentação e seguem dietas rígidas.

Neste post, falaremos um pouco como o estilo de vida dessa geração tem gerado o aumento de casos de pedra na vesícula, e explicar como esse hábitos afetam outras funções do corpo. Continue acompanhando!

Taxa de jovens adultos com pedra na vesícula

Existe sim um aumento na taxa de jovens adultos com pedra na vesícula, mas é tudo dentro do contexto atual. As pessoas não fazem atividade física e muitas vezes acreditam que somente fazendo dieta, uma dieta equilibrada, é suficiente para se ter uma vida normal, mas o que todo médico relata, seja neurologista, ortopedista ou gastroenterologista, é que a atividade física é fundamental para que tudo funcione bem. A dieta é uma parte importante dessa equação, mas só ela não é suficiente.

O que causa esse aumento?

Hoje nós vemos muito sedentarismo, muitos jovens se alimentando de forma errada e consumindo muita junk food e isso muda o equilíbrio do conteúdo da vesícula, é como se você estivesse fazendo o tempero de uma comida e passasse do ponto, coagula, fica dura ou fica mole.

Formação da bile 

A bile é formada pela destruição do seu glóbulo do sangue e o que resta é através da bile, o fígado produz sais, que chamam sais biliares, que uma parte que é eliminada pela bile, e a outra são o colesterol, lípides, triglicérides e mais também, como bactérias mortas. Se você tiver um desequilíbrio na composição dessa bile, passa do ponto e fica dura, formando a pedra. Uma bile doente pode levar a formação de cálculo.

Como prevenir a pedra na vesícula?

Se você fizer uma dieta adequada, equilibrada e fizer atividade física, tudo isso acaba tendo uma repercussão positiva no funcionamento do fígado.

Muitas vezes nós também recomendamos que o paciente perca peso, pois o sedentarismo pode fazer com que a pessoa fique acima do peso ideal.

Diagnóstico

É muito comum aqui no consultório nós fazermos exames para outros diagnósticos e vermos uma bile muito espessa, é uma bile muito pesada e em alguns exames de imagem a gente consegue notar isso.

Quando fazemos jejum, a vesícula se prepara para produzir a bile em grande quantidade, e ai, se fizermos um jejum muito prolongado, a bile ficará muito grande, então, a vesícula absorve a água e concentra a bile, ela desidrata a bile, de maneira que a bile fica muito espessa, facilitando, se tiver um desequilíbrio errado, a formação dos cálculos. Hoje em dia nós temos muitas pessoas que fazem jejum intermitente, e isso pode alterar o funcionamento do fígado

Tratamento

Temos feito uma observação maior, e se o paciente for assintomático nós não tratamos, mesmo que tenha pólipo ou uma bile muito espessa, se não tiver sintomas a gente não trata. Em caso de pedra na vesícula é um outro aspecto a ser discutido.

Em todo caso, procure o seu médico para conversar sobre o que melhor se adequa para você.

Gostou? Compartilhe!
dr Luiz Carneiro

Profº Dr.Luiz Carneiro

CRM: 22.761/SP

Diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

magnifiercrossmenuchevron-down