Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
Home RobóticaContato

Entenda as causas da esofagite

A esofagite é uma inflamação da mucosa do revestimento do esôfago terminal, que causa desconforto e pode gerar complicações graves se não tratado.

Neste post, vamos explicar a principal causa de esofagite, seus sintomas e fatores que podem piorar esse quadro. Confira!

O que causa a esofagite

A principal causa da esofagite é o refluxo, que é a volta do ácido do estômago para o esôfago. Uma das causas mais comuns desse problema é a perda da válvula que faz a abertura para o alimento passar.

Nós temos uma válvula que fica entre o esôfago e o estômago, e que se abre para a passagem de alimento, levando o alimento para o estômago, que é onde o alimento é digerido devido ao ácido presente lá. Já no esôfago, nós estamos preparados para receber a saliva, que é produzida cerca de 700/800ml por dia pelo nosso corpo. Essa saliva é alcalina, básica, enquanto o conteúdo do estômago é ácido, então, quando existe um defeito nessa válvula e o ácido do estômago volta para o esôfago, acaba machucando a sua mucosa e pode causar a esofagite.

Ter refluxo é um sinal de alerta?

Todo mundo tem um pouquinho de refluxo de ácido para o esôfago, que é um problema fisiológico. Às vezes a pessoa tem uma azia porque comeu um pouco a mais, deitou e teve refluxo. Porém, quando existem defeitos anatômicos, a gente chama de hérnia do hiato esofágico, que é essa válvula que não funciona de forma adequada e o ácido volta.

Quando o paciente tem queixa recorrente de azia, queimação, uma coisa ardida que sobe, nós temos que fazer exames para comprovar e aí ver a melhor forma de tratamento, mas existem tratamentos específicos por medicamento.

Fatores que pioram a esofagite

Existem outras causas que podem piorar esse quadro. Se você estiver com uma esofagite inflamada e beber álcool, que é uma bebida que tem irritante da mucosa, isso vai causar dor; se você tomar café, também irritante, vai doer, e assim por diante.

Além disso, situações que causam muito estresse, ansiedade e nervosismo, podem aumentar a secreção ácida do estômago. Isso é muito comum em jovens, principalmente em época de prova.

Investigação dos sintomas e tratamento

Em casos de episódios passageiros, um bloqueador da bomba de prótons (remédio que diminui até 90% da acidez do estômago) pode ser usado com muito sucesso. Já na persistência dos sintomas, é importante procurar um médico.

Se você tem mais de 40 anos e tem azia persistente, procure um médico pois provavelmente você vai ter que fazer uma endoscopia para ver a causa dessa esofagite e resolver definitivamente.

Se você gostou desse conteúdo, continue nos acompanhando e confira outros posts sobre esse conteúdo no nosso blog.

Gostou? Compartilhe!
dr Luiz Carneiro

Profº Dr.Luiz Carneiro

CRM: 22.761/SP

Diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

magnifiercrossmenuchevron-down