Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
Home RobóticaContato

Colectomia: Quando é indicada a cirurgia?

A colectomia é um procedimento cirúrgico que envolve a remoção total ou parcial do cólon, que é parte do intestino grosso. Esse tipo de cirurgia pode ser realizado de forma minimamente invasiva, por meio da videolaparoscopia ou robótica, além do método convencional.

colectomia-quando-e-indicada-a-cirurgia-prof-dr-luiz-carneiro-bg

Quer saber em quais situações o procedimento é indicado e como funciona? Acompanhe mais detalhes no post a seguir!

Como funciona a colectomia? 

Em geral, existem dois tipos mais comuns de colectomia, sendo total ou parcial. No caso da cirurgia total, todo o intestino grosso é removido

Por sua vez, a colectomia parcial é responsável pela remoção de apenas uma parte do órgão. A cirurgia é feita sob anestesia geral e pode ser realizada de três maneiras: 

Colectomia aberta

É feita uma incisão na parede abdominal do paciente para acessar o cólon e remover a parte afetada. Esta abordagem é mais invasiva e requer um tempo de recuperação maior

Videolaparoscopia 

Neste procedimento, são feitas várias incisões pequenas na parede abdominal. Um laparoscópio (um tubo fino com uma minicâmera especial) é inserido para a visualização do local e para guiar o movimento na retirada do órgão. 

É um método que, geralmente, resulta em cicatrizes menores, menos dores e uma recuperação mais rápida em comparação com a colectomia aberta.

Após a remoção, o cirurgião pode conectar as extremidades laterais do intestino grosso (anastomose) ou criar uma abertura no abdômen para saída  das fezes (colostomia ou ileostomia), dependendo da natureza da cirurgia e da saúde do paciente.

Robótica

Já a robótica é caracterizada pelo uso de um robô cirúrgico que apresenta braços especiais, conectados aos instrumentos necessários para a cirurgia. Seus movimentos são controlados pelo médico cirurgião em um console.

É importante ressaltar que, quando a colectomia é minimamente invasiva (videolaparoscopia ou robótica), também é introduzido o gás dióxido de carbono (CO2 medicinal), para distender a cavidade abdominal e auxiliar na visualização

Indicação da colectomia

Conforme dissemos, o objetivo da colectomia é tratar as doenças que acometem o intestino grosso. É muito indicada em casos de obstrução intestinal, além de outras complicações, como:

  • Câncer de intestino;
  • Doença de Crohn, que afeta o trato gastrointestinal;
  • Hemorragia no cólon 
  • Complicações de Diverticulite aguda;
  • Complicações de Retocolite ulcerativa.

Quais os cuidados pós-operatórios?

Os cuidados pós-operatórios dependem das necessidades de cada paciente. Quando não existem riscos, os médicos realizam avaliações constantes e o paciente é encaminhado para a sala de recuperação, permanecendo por até quatro horas. 

retorno da alimentação varia de acordo com a extensão da colectomia, se ela foi eletiva ou de urgência e da gravidade do paciente. 

Conhece alguém que precisa saber mais sobre o procedimento? Compartilhe o conteúdo de hoje! 

Possui outras dúvidas? Deixe um comentário!

Gostou? Compartilhe!
dr Luiz Carneiro

Profº Dr.Luiz Carneiro

CRM: 22.761/SP

Diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

magnifiercrossmenuchevron-down