Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
Home RobóticaContato

Você já ouviu falar em Phmetria esofágica? Conheça mais detalhes do exame 

Sabemos que a Doença do Refluxo Gastroesofágico ou DRGE é provocada pelo retorno do suco gástrico do estômago ao esôfago, gerando sintomas incômodos. Essa condição, normalmente, é diagnosticada por meio de exames como a pHmetria esofágica. 

voce ja ouviu falar em phmetria esofagica conheca mais detalhes do exame prof dr luiz carneiro bg Prof Dr. Luiz Carneiro

No post de hoje, vamos explicar como funciona o exame, entre vários outros detalhes. Continue nos acompanhando!

Qual o objetivo da pHmetria esofágica?

O principal objetivo da pHmetria esofágica é avaliar a presença de ácido no esôfago e o tempo em que ele permanece em contato com a mucosa esofágica. 

Em geral, esse processo é realizado por um período de 24 horas, conhecido como tempo de exposição ácida, quando são obtidos dados mais precisos das condições do paciente em relação aos sintomas.

Como funciona o procedimento?

O exame é feito por meio de uma sonda fina e flexível, inserida em uma das narinas do paciente. A mesma é conduzida pelo esôfago até alcançar o estômago. Em seguida, um eletrodo é fixado no tórax do paciente.

Assim sendo, o eletrodo é conectado a um dispositivo que registra os dados mencionados durante o exame. 

Primeira fase do exame

Para dar suporte a esses dados, ocorre a primeira fase do procedimento, onde o paciente precisa registrar tudo o que acontece em suas refeições durante o período determinado, incluindo a ingestão de líquidos.

Também devem ser registrados os períodos em que esteve deitado, por mais que tenha sido apenas um breve cochilo. Além de anotar todo e qualquer sintoma existente, de maneira bem detalhada, desde o momento em que surgiram.

Segunda fase do exame

Na segunda fase do exame ocorre a liberação do paciente para um dia comum, sem a necessidade de anotações. Isso servirá como um contraste e ao mesmo tempo, um auxílio no momento de obter o diagnóstico, pois haverá uma comparação de dados

Podemos dizer, então, que a pHmetria é uma forma simples e eficaz de identificar a doença do refluxo gastroesofágico, pois não possui especificações ou contraindicações muito complexas. 

É necessário apenas que o paciente esteja atento ao conjunto do aparelho, para não molhar e não causar nenhum estrago. 

Existe algum preparo para o exame?

Para que o procedimento seja realizado com sucesso, o ideal é que o paciente esteja em jejum absoluto de 6 a 8 horas antes, além de não ingerir nenhum líquido

Alguns medicamentos que não são indicados para o estômago, mas que podem causar alterações no funcionamento do esôfago, devem ser suspensos. Então, se esse for o caso, é necessário interromper o uso no mínimo 48 horas antes do exame.

Vale lembrar que o paciente não pode tomar banho durante a monitorização, que levará 24 horas. E não deve praticar esportes ou atividades físicas para não correr o risco de o eletrodo desconectar por conta do suor.  

Procure o médico se você ainda tiver dúvidas sobre o exame e sua indicação!

Gostou? Compartilhe!
dr Luiz Carneiro

Profº Dr.Luiz Carneiro

CRM: 22.761/SP

Diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

magnifiercrossmenuchevron-down