Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
Home RobóticaContato

Por que a retirada do Apêndice é urgente e qual a função dele?

O apêndice é um órgão em desuso, uma continuação do ceco , na transição entre o intestino delgado e o intestino grosso.

No passado, o apêndice era uma continuidade que tinha função, provavelmente de acumular e reservar alguma parte líquida.

Nós não sabemos qual a função histórica do apêndice , mas ele é um órgão em desuso que não tem função. No post a seguir descubra mais sobre o apêndice e seu processo de retirada!

Cirurgia para retirada do Apêndice

Apesar das informações que citamos sobre o apêndice, esse órgão é um buraquinho oco que caso você tenha algum pedaço de fezes nele, pode levar à um crescimento de bactérias, ou até mesmo sem esse pedaço de fezes, pode vir a crescer bactéria e inflamar e perfurar. Perfurando, por ali irá sair fezes para dentro de sua barriga que pode até acabar matando.

Há 100 anos atrás, o que não é muito tempo, a maior causa de mortalidade infantil era a apendicite aguda. Um dos grandes avanços da medicina foi a cirurgia do apêndice, pois é uma cirurgia pequena, rápida e que salvou milhões de vidas

Ainda hoje, nós recebemos aqui no Hospital das Clínicas com frequência, catástrofes abdominais com cirurgias, 20, 30 cirurgias feitas porque saiu fezes na cavidade e perfurou os intestinos.

Uso de Antibióticos 

Hoje, com diagnóstico precoce, todo mundo quando tem febre e dorna fossa ilíaca direita , no canto inferior direito da barriga, já vai ao médico e a classe médica reconhece o perigo do apêndice e faz o diagnóstico.

Agora, a mudança é que alguns centros do mundo fazem o uso de antibiótico para tirar essa inflamação se a doença estiver bem no comecinho, assim, você não precisaria operar o apêndice. Então, observa-se alguns países fazendo esse protocolo!

Entretanto, existe um trabalho recente americano seguindo milhares de pessoas que fizeram o uso do antibiótico, e uma parte importante deles teve uma nova infecção com uma cirurgia mais complicada que a inicial.

Então, para o Brasil, eu não tenho dúvidas ainda, a não ser que o doente esteja em quimioterapia , existam contextos que nos permitem usar antibióticos, eu acho que a retirada do apêndice é uma atitude muito boa, de escolha e nós não temos que pensar!

Então, embora exista uma nova forma de pensar o tratamento do apêndice, com antibiótico, eu acredito que no Brasil a forma mais segura ainda é a sua retirada quando se tem uma inflamação que é igual a infecção.

Gostou? Compartilhe!
dr Luiz Carneiro

Profº Dr.Luiz Carneiro

CRM: 22.761/SP

Diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

magnifiercrossmenuchevron-down