Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
Home RobóticaContato

Hepatite em Criança/Adolescente pode ser sequela da COVID-19

Estudos indicam que uma hepatite misteriosa pode ser sequela da Covid-19. Confira se isso tem fundamento!

Hepatite em crianças e adolescentes

Essa hepatite misteriosa tem se alastrado principalmente na Europa, na Inglaterra já tem mais de 700 casos descritos até o momento, dos quais, existem relatos de que em 16 casos essas crianças foram a transplantes.

No Brasil, temos relato de que já temos algumas dezenas de doentes coletados e a maior experiência coletada talvez seja o instituto da criança do Hospital das Clínicas que já tem um expressivo número de pacientes crianças com esse adenovírus e que alguns deles terminaram em transplante, com um desfecho positivo na quase totalidade dos casos. Tudo indica que não é fechado o número ainda.

O que é esse vírus?

Esse é um adenovírus, da família desses vírus que são mais comuns, como o vírus da gripe, vírus que podem dar infecção intestinal, etc.

É um vírus bastante comum, mas que ele tem uma origem familiar que seria junto ao vírus da covid, então, era previsto que quando essa infecção chegasse, nós teríamos uma super reação pós-covid.

Esse vírus já foi identificado e esses casos já estão sendo estudados, mas nós ainda não temos uma resposta definitiva, isso é uma hipótese nesse momento, e que na verdade, na minha opinião, parece ser uma associação de fatos. É mais comum em pessoas que tiveram covid, mas eu não posso dizer, com certeza, que essa seja uma associação definitiva.

Provavelmente nos próximos meses nós teremos uma resposta a essa pergunta, mas neste momento nós não sabemos se essa hepatite misteriosa que acometem crianças, principalmente na idade mais baixa, seria uma sequela da covid.

Não me parece ser, parece ser muito mais uma associação de fatos do que um fato ser devido a outro.

Então, espero ter esclarecido! 

Gostou? Compartilhe!
dr Luiz Carneiro

Profº Dr.Luiz Carneiro

CRM: 22.761/SP

Diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

magnifiercrossmenuchevron-down