Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
Home RobóticaContato

Hemangiomatose hepática: causas, sintomas e tratamento

Existem dois tipos de hemangiomas, o hemangioma hepático isolado e a hemangiomatose. Continue acompanhando e conheça um pouco mais sobre esse assunto.

Hemangioma hepático isolado

Esse é uma má formação vascular, ou seja, uma anormalidade que se forma dentro do fígado. Na maioria das vezes é uma lesão benigna com diversos tamanhos, podendo ter 1 mm, 5 mm ou 1 cm, e chegar até a 15 e 20 cm. E normalmente precisa apenas de acompanhamento.

Hemangiomatose

Já a hemangiomatose são múltiplos hemangiomas que podem crescer e causar muito desconforto. Nesses casos, existem várias propostas de ressecções cirúrgicas, mas hoje cada dia operaram menos essas lesões.

No geral, o fígado mede 2% do peso da pessoa, mas existem casos que o fígado tem de 7 a 9 kg, sendo melhor a indicação de transplante para amenizar os sintomas e tratar essa doença.

Diagnóstico e tratamento

Como dissemos acima, hemangioma é uma doença benigna 99,99% das vezes e não precisa operar. No caso da hemangiomatose, vai depender dos sintomas clínicos que acompanham esse aumento do fígado. Se ele for pequeno e não tiver sintomas, apenas devemos manter acompanhamento com o especialista.

O ideal e mais importante é fazer um exame de diagnóstico bem feito para diferenciar as lesões benignas das malignas. Isso porque existe uma entidade que chama hemangiossarcoma que é muito rara, mas tem um aspecto radiológico na ressonância ou tomografia que é bem sugestivo.

Após fazer o diagnóstico definitivo, através dos exames de imagens, é possível definir com seu médico especialista qual a melhor conduta para você. De qualquer forma, na maior parte das vezes a conduta é de observação.

Gostou? Compartilhe!
dr Luiz Carneiro

Profº Dr.Luiz Carneiro

CRM: 22.761/SP

Diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 comments on “Hemangiomatose hepática: causas, sintomas e tratamento”

  1. Boa noite,meu nome Adilson, fiz um ultrassom e deu nódulo hepático, compatível com hemangioma 1,38 x 1,12 estou um pouco com medo. Mas minha dúvida e se eu posso ter uma vida normal, fazer exercícios, beber uma cerveja de final de semana, alimentação normal

    1. Olá Adilson. Não deixe de retornar ao médico que solicitou esse exame para avaliação e diagnóstico.

magnifiercrossmenuchevron-down