Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761

Gastrite: quais são os tipos e a forma de tratamento

Ao fundo da imagem, há uma pessoa com a mão na barriga e um desenho representando o estômago.
Gastrite: quais são os tipos e a forma de tratamento 2

O que é a gastrite?

Sabemos que existem diversas doenças estomacais, entre elas a gastrite, que nada mais é do que uma inflamação que ocorre nas mucosas que revestem as paredes internas do estômago, provocando dores abdominais (de estômago), indigestão, náuseas e vômito, além da queimação estomacal. 

A gastrite é um dos problemas de saúde mais comuns, e está relacionada com a dispepsia, ou seja, o desconforto digestivo que surge após as refeições, quando o revestimento do estômago está sendo comprometido.

Continue nos acompanhando para saber mais informações sobre a doença, os tipos de gastrite existentes e a forma de tratamento adequada.

Tipos de gastrite

Existem três tipos de gastrite: gastrite aguda, gastrite crônica e gastrite nervosa.

Gastrite aguda

A gastrite aguda aparece de maneira súbita, geralmente é associada a um agente causador, que pode ser algum medicamento utilizado, como anti-inflamatórios ou corticoide, ou ainda infecções e estresse físico ou mental.

Gastrite crônica

Já a gastrite crônica, pode ser relacionada com uma infecção, que ocorre pela bactéria H. pylori, que vive no revestimento da parede do estômago, e pode ter uma vida duradoura, durante meses.

Gastrite nervosa

A gastrite nervosa possui relação direta com questões emocionais, situações onde existe uma irritabilidade e alterações de humor como estresse, medo, nervosismo, ansiedade, entre outros. Seus sintomas são bem parecidos com os de gastrite aguda.

Tratamento de gastrite

O tratamento para a gastrite é relacionado ao agente causador do problema. Nos casos onde ela é aguda, os médicos indicam medicações regulam a acidez estômago, comob, mudanças na alimentação e a prática frequente de atividades físicas. Quando não é tratada, a gastrite aguda pode se tornar crônica.

Quando ela já está na fase crônica, além dos medicamentos antiácidos e protetores gástricos, uma dieta adequada e a ingestão de suplementos de vitamina B12, pois esse é um tipo de gastrite que pode causar uma anemia, devido à falta de vitaminas.

É importante lembrar que, somente o médico especialista poderá dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, assim como a dosagem correta e o tempo de duração do tratamento. Siga todas as orientações médicas e em hipótese alguma se automedique!

Foto Links Úteis | Prof. Dr. Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro CRM: 22.761/SP, diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    1. O tratamento para a gastrite é relacionado ao agente causador do problema. Nos casos onde ela é aguda, os médicos indicam medicações regulam a acidez estômago, comob, mudanças na alimentação e a prática frequente de atividades físicas. Quando não é tratada, a gastrite aguda pode se tornar crônica.

      Quando ela já está na fase crônica, além dos medicamentos antiácidos e protetores gástricos, uma dieta adequada e a ingestão de suplementos de vitamina B12, pois esse é um tipo de gastrite que pode causar uma anemia, devido à falta de vitaminas.

Prof Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
CONTATO
Atenção: O site https://profluizcarneiro.com.br/ é uma espaço de informação e orientação médica de qualidade, nunca poderá substituir a consulta de um profissional médico que é a única pessoa capaz de realizar o diagnóstico real.

© 2021 Prof. Dr. Luiz Carneiro. Todos os direitos reservados. Desenvolvido com ♥ em WordPress por SuryaMKT

magnifiercross