Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
Home RobóticaContato

Em quais casos é indicado o transplante de pâncreas?

Diabetes e droga imunossupressora

A grande indicação do transplante de pâncreas é o paciente com diabetes. O diabético que é dependente de insulina e não consegue controlar a diabetes, pode se indicar o transplante de pâncreas.

Não se pode realizar o transplante apenas pela diabetes, porque trocará as complicações do diabético para as complicações da imunossupressão.

Para evitar rejeição do pâncreas, usasse drogas que diminuem a defesa aumentando a chance de infecção e propiciando o aparecimento da função renal.

Transplante de rim e pâncreas

É indicada a realização de transplante quando existem complicações grandes associadas à diabetes, quando já houve perda da função renal, rim.

É feito o transplante de rim e pâncreas. O transplante isolado deve ser um caso excepcional, pois trocaríamos uma complicação da diabetes, pela complicação da imunossupressão e o uso diário de uma medicação. Estando sujeito a possíveis infecções.

O transplante de pâncreas no Brasil, na maioria das vezes, está associado ao transplante de rim. Sem o rim a droga imunossupressora irá beneficiá-lo, porque é tratado duas doenças em vez de uma, desencadeando complicações associadas a imunossupressão, fundamental para evitar a rejeição, já que o transplante de pâncreas também tem rejeição.

Gostou? Compartilhe!
dr Luiz Carneiro

Profº Dr.Luiz Carneiro

CRM: 22.761/SP

Diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

magnifiercrossmenuchevron-down