Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761

Cistos hepáticos

O que são?

Os Cistos Hepáticos, são doenças benignas, em geral são achados em exames de imagem, a pessoa tem um sintoma, e vai ao gastroenterologista, assim o médico pede um ultrassom ou uma tomografia e nota-se o aparecimento do cisto hepático. Esse é o quadro predominante, em 99% das vezes.

São cistos pequenos, nós podemos caracterizar como benignos através de imagem. O padrão ouro para diagnóstico é a ressonância magnética. Não precisa de cuidados maiores, pois a imagem é muito clara. Consiste em uma bolha de água dentro do fígado, essa água é cristalina e não tem risco de malignização, é uma lesão extremamente benigna.

Doença policística

Entretanto, existem algumas formas que são mais graves, como as doenças policísticas. O doente nos procura porque sente dor ou peso na região direita do abdômen, abaixo da costela na parte superior à direita, onde fica o fígado, e pode gerar uma  compressão com o aumento do abdômen.

A doença policística do fígado, na grande maioria das vezes, tem uma ligação com a parte genética e vem acompanhada de cisto renal. Assim, a doença policística do fígado e o cisto renal acontecem juntos, são característicos de uma doença hereditária e congênita, talvez podem necessitar de tratamento.

Tratamento

Em 99% das vezes o tratamento também é conservador, tem o uso esporádico de analgésico para dor. Os anti-inflamatórios não adiantam, pois temos que tirar a dor e fazer o segmento.

Quando ele for muito grande e der sintomas, procure o seu médico. Em casos extremos e muito raros você pode precisar de  transplante de fígado, pois essa doença pode deixar o fígado muito grande, às vezes pesando de 15 a 20 quilos dentro do abdômen, necessitando de cirurgia.

Em 99,99 das vezes são pequenas lesões e algumas outras acontecem no fígado e são de acompanhamento clínico por imagem não tendo risco de malignização.

O grande problema são os sintomas compreensivos, são esses que crescem muito e nós precisamos intervir. Mas, na grande maioria das vezes, os pequenos não preocupam.

Foto Links Úteis | Prof. Dr. Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro
Prof. Dr. Luiz Carneiro CRM: 22.761/SP, diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Sou transplantada há 9 por doença Policística,(transplantei no hospital São Paulo), entrei na fila como caso especial.
    Tenho duas filhas, a mais velha com 29 anos até o momento não apresentou a doença. Faz exames a cada 2 anos.
    Minha menor tem 28 anos e foi diagnosticada desde os 14 anos, agora está grávida há possibilidade de minha netinha nascer com o problema?

    1. Olá conceição, me chamo Renata e queria conversar com vc para. Tenho cistos no figado e minha barriga esta enorme e a decisão do meu médico foi o transplante e estou apavorada, pois sou extremamente saudável e o unico problema são os cistos que fez minha barriga aumentar de tamanho e por isso perdi muito peso. O meu transplante também vai ser um caso especial.

      1. Olá, Renata. O ideal seria procurar uma segunda opinião de outro especialista antes de fazer qualquer coisa, assim você terá maior certeza da necessidade ou não da cirurgia.

        Espero que ajude e obrigado por me acompanhar! Compartilhe o post para manter outras pessoas informadas.

  2. Tive esse problema e tive a felicidade de encontrar o senhor e sua equipe. A ressecção do custo foi realizada em 2014. A cirurgia foi um sucesso. Obrigada.

    1. Olá Conceição, é preciso consultar o médico o seu médico, que tenha acesso a exames e histórico clínico. Algumas doenças tem o fator genético de pré disposição.

  3. Oi Dr minha mãe fez exame de ultrassom resultado cisto epatico gordura no fígado

    Ela sente cólicas inchaço no abdômen
    Ela já sofrem tem um tempo mas nunca achou um tramento adequado
    Ela faz dieta de comida mas ainda sente os mesmo sintomas

      1. Estou entrando no quarto mês de gestação, mas estou preocupada pois estou também com um cisto hepático, quero saber se pode prejudicar o bebê ou se agravar durante o parto?

        1. Olá, Rosa. Essa questão varia de caso para caso. Depende de inúmeros fatores, como o tamanho do cisto e sua gravidade. O ideal é procurar um especialista que analise o seu quadro clínico e esclareça todas as suas dúvidas.

          Espero ter ajudado e agradeço pelo comentário! Se possível, me siga no Facebook para receber meu conteúdo em primeira mão: https://www.facebook.com/profluizcarneiro/

  4. Boa noite Dr Carneiro fui diagnosticada com fígado e rins policístico, meu fígado está um pouco aumentado de tamanho e sinto dores agudas do lado direito,dores nas costas e inchaço nas pernas e muita dor de cabeça o q fazer.
    Hoje fiz uma utrassom da mama e deu 2 cistos na mama esquerda e 1 na direita o q fazer!

    1. Olá, Miriam. O correto seria procura um clínico geral que avalie seus exames e possa te indicar o profissional mais capacitado de acordo com a sua situação, ou recorrer ao médico que lhe acompanha. Obrigado por me acompanhar!

  5. Olá meu nome é Mara cristina eu descobri que tenho um pequeno cisto hepático benigno de mais ou menos 9mm,eu sei que é uma bolha de água cristalina etc,,,mas queria saber o porque eu sinto essa dor que começa abaixo da costela e irradia para as costas.gracas a Deus na tomografia os outros órgãos estão bem somente deu essa pequena austera ao no fígado por favor doutor me ajude porque não aguento de tanta dor.agradeco se me enviar uma resposta Deus o abencoe

    1. Olá, Mara Cristina. Infelizmente, não consigo dar uma resposta precisa, pois precisaria de todos os exames em mãos e acompanhamento médico. O ideal é retornar ao médico que lhe atende e realizar todos os exames adequados para descobrir a causa desse sintoma. De qualquer forma, tenho um post que pode te ajudar a entender mais essa questão, dê uma olhada: https://profluizcarneiro.com.br/entenda-quando-o-cisto-hepatico-e-preocupante/ Espero ter ajudado e obrigado por me acompanhar.

Prof Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
CONTATO
Atenção: O site https://profluizcarneiro.com.br/ é uma espaço de informação e orientação médica de qualidade, nunca poderá substituir a consulta de um profissional médico que é a única pessoa capaz de realizar o diagnóstico real.

© 2021 Prof. Dr. Luiz Carneiro. Todos os direitos reservados. Desenvolvido com ♥ em WordPress por SuryaMKT

magnifiercross