Câncer de pâncreas: quais as causas e o tratamento

O pâncreas é uma glândula que compõe o sistema digestivo e endócrino, e está localizada atrás do estômago, entre duodeno e baço. O órgão apresenta duas funções distintas: a endócrina, responsável pela produção de insulina (hormônio que regula a glicose no sangue) e a exócrina, responsável pela produção de enzimas digestivas. Dependendo de vários fatores, algumas vezes, o órgão pode ser acometido por células decorrente de alguma agressão ou inflamação e desencadeiam o câncer de pâncreas.

Segundo a União Internacional para o Controle do Câncer (UICC), os casos de câncer de pâncreas aumentam com o avanço da idade: de 10/100.000 habitantes entre 40 e 50 anos para 116/100.000 habitantes entre 80 e 85 anos. A incidência é mais significativa no sexo masculino. Raro antes dos 30 anos, torna-se mais comum a partir dos 60.

Continuem nos acompanhando para saber mais informações sobre o câncer de pâncreas, quais são as suas causas e as formas de tratamento.

Quais são as causas do câncer de pâncreas?

Na maioria dos casos de câncer de pâncreas, não é possível determinar uma causa, mas, pode-se dizer que a doença, assim como todos os outros tipos de câncer, é desencadeada por fatores exteriores ou características do organismo do indivíduo.

Entre os principais causadores do problema está o tabagismo, pois o cigarro apresenta toxinas extremamente perigosas para a saúde. A doença também pode ser estimulada por conta de:

  • Obesidade;
  • Diabetes tipo 2;
  • Consumo de álcool;
  • Síndromes genéticas;
  • Pancreatite crônica;
  • Exposição a pesticidas e produtos químicos;
  • Entre outros.

 

O câncer de pâncreas tem tratamento?

A primeira opção de tratamento para o câncer de pâncreas é a cirurgia, onde é feita a retirada completa do tumor do paciente.

O recurso paliativo, como a colocação de endopróteses, também poderá ser utilizado no tratamento. Esse tipo de tratamento é indicado quando a metástase já está prejudicando os demais órgãos, e assim poderá reduzir os sintomas.

A quimioterapia, que pode estar associada com a radioterapia, poderá ajudar a controlar a progressão da doença, evitando que o tumor tenha um crescimento.

O Câncer de pâncreas apresenta essas opções de tratamento, mas o ideal mesmo é que a doença seja evitada. E para isso, basta fazer a prevenção, principalmente evitando o uso de cigarro e o consumo de bebidas alcóolicas em excesso. As pessoas que já apresentam fatores de risco como história na família, diabetes ou pancreatite crônica, devem seguir um acompanhamento do médico especialista para controlar o quadro clínico.

Assim como todos os tipos de câncer, esse que afeta o pâncreas possui causas que podem ser exteriores ou desencadeadas por características da saúde e do organismo do indivíduo. Um dos principais fatores causadores de câncer no pâncreas é o tabagismo, ou seja, mais uma vez o cigarro mostra que suas toxinas são extremamente perigosas para a saúde.

Clique no sino do canto inferior direito para receber notificações!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prof. Dr. Luiz Carneiro

Diretor da Divisão de Transplantes de Fígado e Orgãos do Aparelho Digestivo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

TIRE SUAS DÚVIDAS

× Agendar Consulta.
Share This