Logo | Dr. Luiz Carneiro CRM 22761
Home RobóticaContato

Doador vivo de fígado: é possível ter uma vida sem sequelas?

Nós temos a máxima admiração, consideração e respeito pela pessoa que vai doar uma parte de qualquer órgão do seu corpo. Por isso, todo o esforço da equipe médica é feito em prol da proteção de quem está doando.

Seria uma punição muito grande caso a equipe médica não consiga proteger uma pessoa sadia, normal, sem nenhum problema e que está realizando um ato muito importante.

Nós fazemos tudo o que tiver ao alcance das nossas mãos para proteger quem está doando.

Eu nunca conheci um doador que, mesmo quando doou e o seu parente faleceu, dissesse que se arrependeu de ter doado. Portanto, existe um aspecto emocional envolvido que deve ser muito bem avaliado para evitar com que essas pessoas tenham sequelas.

Mas, é uma cirurgia muito grande e infelizmente o imprevisível pode acontecer.

Sequelas de um transplante

É fato conhecido que um doador pode vir a óbito por conta de um derrame no pós-operatório ou um quadro súbito imprevisível. Mas aqui no Brasil temos milhares de pessoas que doaram os seus órgãos e nunca ocorreram eventos maiores.

Além disso, na hora de abrir a barriga pode ter também uma hérnia que será corrigida posteriormente. Então, podem ter sequelas que são corrigíveis.

Outra sequela ocorre quando o paciente fica em mesma posição durante muito tempo e acaba precisando de fisioterapia por conta de uma dor, paralisa de dedo ou dormência na mão ou braço, mesmo o paciente sendo preparado com todo carinho.

Mas, na grande maioria das vezes, o paciente terá uma vida perfeitamente normal após a cirurgia.

Caso você vá doar algum órgão, saiba que você será muito bem avaliado e tratado e a qualidade de vida em 99,9% das vezes será normal.

Gostou? Compartilhe!
dr Luiz Carneiro

Profº Dr.Luiz Carneiro

CRM: 22.761/SP

Diretor do Serviço de Transplante e Cirurgia do Fígado do Hospital das Clínicas, professor da FMUSP e chefe do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 comments on “Doador vivo de fígado: é possível ter uma vida sem sequelas?”

  1. Eu não tenho mais a minha vida normal sinto dores até hoje quando faço qualquer atividade

    1. Olá, Lilia. Você procurou um médico especialista para falar a respeito?

      Aguardo uma resposta. Abraços.

magnifiercrossmenuchevron-down